Guia Básico para Iniciantes – Parte 1

Foto da minha primeira ida a Pedra do Sino em 2007

Nos últimos anos temos visto um novo “boom” de pessoas fazendo trilha. Na mesma leva tem surgido um monte de grupos de trilhas, promovendo e divulgando seus eventos. Sejam ela sem “fins lucrativos”ou de forma “comercial”. E com isso problemas tem ocorrido, seja pela empolgação, por falta de senso do perigo ou até por mal preparo dos guias.

Devido a tudo isso, resolvi criar este post para orientar estes novatos, e comentar estes e outrso assuntos. Tenho experiência de décadas em trilhas, sou líder de um grupo de trilhas e participo de outros a mais de 10 anos. Por isso vou dar umas pequenas dicas para você que se já se iniciou ou pretende inciar:

1) Você realmente está motivado para isso? Muita gente faz pela “modinha” de fazer trilha. Pense bem. Geralmente requer esforço físico e constante. Apesar de você não correr, terá que andar bastante, Trilhas por mais leve que sejam levam pelo menos duas horas e muitas tem aclives (subidas), que causam um bom desgaste.

2) Vai começar agora? Nada de comprar equipamentos sofisticados. Vai que você não gosta da atividades e acaba investindo em equipamento a toa. Faça umas duas ou três dias e depois diga se gostou ou não.

3) Esteja preparado para os despropérios do tempo. Pode ser que o objetivo daquele mirante, cachoeira ou travessia seja frustado por uma chuva inesperada. Tenha sempre isso na sua mente e não fique frustado pro causa disso. O lugar que você vai não vai sair do lugar, e você poderá retornar em uma próxima vez ou refazê-lo novamente com um tempo melhor.

4) Leve um equipamento básico, que são:

  • Mochila
  • Saco de Lixo
  • Kit de Primeiros Socorros com os medicamentos que costuma usar
  • Lanterna
  • Apito (Ou se tiver um bom gogó use sua voz)
  • Cobertor de Emergência
  • Água e comida de acordo com a quantidade de horas que a trilha pede
  • Agasalho, capa de chuva, anorak ou outra cobertura para proteger da chuva
  • Chapéu ou Boné. Protege do Sol e de testada nos galhos
  • Repelente
  • Protetor Solar. Em caso de banhos de rios e cachoeiras evitar de usa-los
  • Outros itens que o guia relacionar
5) Não banque o guia. Você está começando. Não seja arrogante. Pode estar colocando a sua vida e dos demais em perigo.
6) Obedeça o seu guia.
7) Não faça trekking (trilhas com pernoite) ainda. Para esta atividade você precisa de bastante experiência, de equipamento mais elaborado e não de qualquer marca. Mas calma. Tem equipamentos com ótimo custo x benefício no mercado.
8) Sempre olhe onde pise e principalmente coloca a mão.
9) Serpentes é o menor dos seus problemas. Dificilmente terá acidentes com elas. Tem outros problemas que ocorrem durante uma trilha que vão além delas. Mas isto é assunto para outro tópico. Mas te digo uma coisa desde já. Elas tem tanto ou até mais medo, do que você delas.

Por enquanto é isso. No próximo post irei falar sobre o segundo passo. O começo da compra de equipamentos, tipos de trilhas e suas classificações. Como identificar um bom guia.

Anúncios
Esse post foi publicado em equipamento de trilha, guia de montanhismo, hiking, montanha, trilha. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s